Atividade Física

Como orientação geral, as crianças saudáveis devem ser encorajadas a praticar atividade física, de forma prazerosa, no lazer ou sob a forma de exercícios físicos programados ou em atividades esportivas, no mínimo trinta minutos por dia, três a quatro vezes por semana, para adquirir aptidão física ("fitness"). As necessidades individuais deverão ser respeitadas, no que diz respeito ao gênero, idade, grau de maturação sexual, presença de limitações físicas ou mentais que impeçam a realização de exercícios, nível econômico, bem como fatores familiares e do ambiente da criança.

 

Recomendações de atividade física em cada etapa do desenvolvimento

            Atividade

0 a 1 ano

Pegar objetos, sentar, rolar, engatinhar, levantar, andar, estimulação da psicomotricidade, brincar na água a partir de 6 meses

2 a 6 anos

Recreação, arremessar a um alvo, pegar ou chutar bola, pular, explorar o meio ambiente, pedalar, correr, saltar obstáculos ou degraus, subir escadas, mergulhar

7 a 12 anos

Escolas de esportes, natação, ginástica olímpica, dança, basquetebol, futebol, voleibol, entre outros (não-competitivos)

13 a 18 anos

Esportes competitivos


Benefícios da atividade física

  • Contribui para o bom funcionamento dos órgãos, principalmente o coração.

  • Contribui para o bom funcionamento do intestino.

  • Diminui a ansiedade, o estresse e a depressão.

  • Melhora o humor e a auto-estima.

  • Ajuda na prevenção e no controle de doenças cardiovasculares, diabetes melito, hipertensão arterial, osteoporose e problemas respiratórios.

  • Contribui para o funcionamento normal dos mecanismos cerebrais de controle de apetite, de modo a trazer um equilíbrio entre a ingestão e o gasto de energia.

  • Aliada ao consumo reduzido dos alimentos, aumenta a perda de gordura e melhora a sua distribuição corporal. Também aumenta a massa magra corporal (músculos).

 

Papel da família na promoção da atividade física na infância

A família desempenha um papel crítico na formação da criança para a atividade física, pois as primeiras oportunidades e motivações para que alguém se torne fisicamente ativo começam em casa. O nível de atividade física dos pais relaciona-se positivamente com a atividade dos filhos na fase pré-escolar e na adolescência. A ajuda e o incentivo dos pais, quer na organização de atividades ou facilitando o transporte dos filhos e o acesso dos mesmos às atividades escolhidas, também apresentam relação positiva com a atividade física dos jovens.

 

Recomendações à família

  • Encorajar as crianças e os adolescentes para a prática regular de atividade física, ajudando-os a engajar-se em atividades prazerosas, na escola ou na comunidade;

  • planejar e participar de atividades familiares que envolvam atividade física, em festas familiares, passeios ou viagens de férias, por exemplo;

  • ser modelo de um estilo de vida ativo, oferecendo aos filhos oportunidades de aumentar continuamente a atividade física;

  • estabelecer limites de tempo para as atividades que não exigem dispêndio energético. Por exemplo, limitar a assistência a TV e ao computador ao, no máximo, duas horas diárias;

  • reivindicar a criação de programas de atividade física de qualidade na escola e na comunidade;

  • participar da escolha de locais para a realização de atividade física que possuam as condições físicas, climáticas, de segurança e de equipamentos necessárias.



 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!